O Outro Lado de Pequim – 2008

O maior PANaca da história

Posted by outroladodepequim em agosto 13, 2008

Alguns atletas não deveriam ter o direito de abrir a boca fora das quadras – e dentro delas também. Apesar de Pelé ser um dos maiores na categoria, Oscar Schmidt é insuperável quando se trata de falar bobagem. Somente um canal ridículo como a Globo poderia contratar um boçal como o ídolo do basquete brasileiro. O cara consegue falar mais merda que o Galvão Bueno e ainda tem a petulância de chupar a pica do narrador global durante os intervalos. Depois de se aposentar, Oscar se candidatou a cargos políticos, apoiando um dos maiores ladrões desse país: Paulo Maluf. Nos jogos Pan Americanos ficou na platéia gritando para as norte-americanas caírem da trave durante a ginastica olímpica, porém quem caiu foram as brasileiras e Schmidt ficou com cara de babaca.

Oscar levanta o troféu de maior PANaca da história

Oscar levanta o troféu de maior PANaca da história

Posted in Uncategorized | Leave a Comment »

Lula rodeado de gostosas

Posted by outroladodepequim em agosto 7, 2008

Lula vai mandar pica na China?

Lula vai mandar pica na China?

A foto do dia é da visita do presidente Lula e de seus capangas à Vila Olímpica em Pequim. Agora, o mais importante: quem são as GOSTOSAS ao lado do chefe de Estado na foto? Puta que pariu, beldades mesmo. Avisem para esses internautas tarados ficarem de olho em suas coxas durante as competições.

Ah, completando a foto, à esquerda, de terno e com uma gravata patrioticamente patética, o ladrão do Nuzman. Na outra ponta, o governador carioca Sérgio Cabral, aquem todos desejamos que tome uma bala perdida na cabeça na volta ao Rio.

Posted in Foto do dia | Etiquetado: | Leave a Comment »

Dinheiro faz beleza sim e gostosas norueguesas

Posted by outroladodepequim em agosto 6, 2008

A primeira rodada do torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos de Pequim, além de abrir as competições para valer, confirmou uma máxima do capitalismo: dinheiro faz beleza sim. Quem não tem dinheiro, que se mate com maquiagem barata, bijuterias de mau gosto e muito suor para ver se consegue arranjar um desgraçado que queira detonar sua chiruba imunda.

 

Chinesa de merda comemora gol comunista. Você encara?

Chinesa de merda comemora gol comunista. Você encara?

 

Vejamos o caso da craque da competição, a estrela brasileira Marta. Quando surgiu no cenário futebolístico, ainda ninfeta, antes de completar 20 anos, era um verdadeiro horror. Das coisas mais feias já encontráveis em território nacional. Cabelos fodidos e fétidos, uma cara de vaca leiteira desnutrida e corpo de dar nojo, além de não saber falar. Até a respiração da mulher era lamentável. Alguns anos e uns milhões depois, com o sucesso que faz no vice-campeão europeu Umeg, da Suécia, Marta está ate apresentável. Ainda tem cara de periguete e não abalaria casa noturna nenhuma. Mas dizem por aí que está até pegável. O que o dinheiro não faz, não?…

 

Marta abre a chana peluda, mas adversária prefere por trás que é mais apertadinho

Marta abre a chana peluda, mas adversária prefere por trás que é mais apertadinho

 

Do outro lado da moeda está a seleção noruguesa. Campeão olímpica em Sydney-2000, é repleta de loiras gostosas e atraentes. Não á toa. O Produto Interno Bruto (PIB) por habitante ultrapassa os U$ 50 mil. Assim, qualquer buceta fica mais tesuda. Os cabelos parecem cortados por aquele cabelereiro das celebridades, o Jaça, e não os das brasileiras, tipo vaca lambida. Acredito que até a qualidade do top que elas usam influi, porque os seios das nórdicas parecem mais saborosos do que as das jogadoras das seleções concorrentes. Quem não cairia de boca?…

 

Calção é nada sexy e não ajuda, mas o rabo e a grana norueguesa atraem qualquer bon vivant de bom gosto

Calção é nada sexy e não ajuda, mas o rabo e a grana norueguesa atraem qualquer bon vivant de bom gosto

 

*****************

Válida pelo grupo E, a partida entre Canadá e Argentina registrou o primeiro gol dessa Olimpíada. A façanha ficou por conta de Candace Chapman, que não é lá um exemplo de mulher bonita. Mas vamos dar um desconto para a infeliz. Afinal, já passou tantos anos sendo ridicularizada por Deus ter desprezado sua existência, que agora tem tempo para comemorar. Ainda mais porque sua equipe bateu as argentinas por 2 a 1. O segundo gol foi de Kara Lang. Esta, os escribas do blog não dispensariam de quatro numa cama de motel espelhado.

Candace precisou fazer um gol em Olimpiada para ganhar um abraço. No Dia-a-Dia, ninguém quer chegar perto desse lixo

Candace precisou fazer um gol em Olimpiada para ganhar um abraço. No Dia-a-Dia, ninguém quer chegar perto desse lixo

 

Saindo um pouco do foco de Marta, a seleção brasileira atuou razoavelmente no 0 a 0 contra as campeãs mundiais alemãs. Os passes errados irritaram quase mais do que a transmissão de Galvão Bueno. Mas o patético locutor global tinha que soltar as suas, dizendo que a estratégia do futebol alemão é chutar a bola para frente e ver no que dá. Aquele cego arrombado do caralho não notou que quem fez isso os 90 minutos da partida foi o esquadrão tupiniquim.

 

Para finalizar, respondendo a um questionamento feito por um filho da puta que acessa esse blog, nós apoiamos a participação feminina nos Jogos Olímpicos. Dessa forma, podemos avacalhar as mulheres, cuja função primordial nesse planeta é saciar os desejos masculinos com seios fartos e bucetas apertadinhas. Todo o resto é só uma forma de ocupar o tempo delas para não encherem o saco em período integral.

Posted in Capitalismo selvagem, Machismo | Etiquetado: | 6 Comments »

Dirigentes nervosinhos

Posted by outroladodepequim em agosto 4, 2008

A partir de hoje, com a proximidade da abertura das competições dos Jogos Olímpicos de Pequim, este blog de merda terá atualizações mais constantes. Colaborem e enviem todo o tipo de imbecilidade que passarem por suas cabeças vazias via comentário.

 

A polêmica do momento envolve o tênis. Dirigentes nervosinhos da ITF – a federação internacional do esporte – estão putos da vida com o atleta alemão Rainer Schuettler e com a Corte Arbitral do Esporte (CAS). A ITF, que se acha a toda-toda do esporte mundial, determinou que a seleção dos tenistas que iriam participar de Pequim fosse realizada a partir do ranking mundial do esporte.

 

No entanto, os alemães apontaram que Schuettler, que anda numa fase de bosta, embora já tenha conseguido grandes resultados no circuito internacional, irá representar a nação nazista na China. E a CAS concordou. Os infelizes e inexpressivos Denis Gremelmayr e Michael Berrer, que estão à frente do escolhido no Ranking Mundial, tomaram no rabo. Bom, qualquer um dos três não ia fazer merda nenhuma em Pequim, diante de um Nadal, um Federer ou de um Djokovic.

 

Tenista por tenista, ao menos no individual os alemães apostam em Phillip Kohlschreiber e Nicolas Kiefer. Muito pouco para quem já teve Becker e Stich.

 

Resta aos alemães esperança em outras modalidades. Se ficarem na expectativa de comemorar com o tênis, terão de enfiar no cú as salsichas e os joelhos de porco reservados à comemoração. A participação dos conterrâneos da tribufu da Angela Merkel começam no futebol feminino, diante do Brasil de Marta – cheia de dinheiro e, assim, menos feia do que em outros eventos -, a partir das 6h desta quarta-feira.

 

Merkel fez diversas chupetas aos integrantes da CAS para garantir que Schuettler dispute os Jogos Olimpicos

Merkel fez diversas chupetas aos integrantes da CAS para garantir que Schuettler dispute os Jogos Olímpicos

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | Leave a Comment »

Mais um nome cretino em Pequim

Posted by outroladodepequim em agosto 1, 2008

Incentivados pela hipocrisia reprimida de alguns internautas frustrados, voltamos nossa mira, novamente, para nomes cretinos de atletas que vão disputar os Jogos Olímpicos de Pequim, o principal evento sócio-cultural do planeta. Como anunciado, o alvo da vez é o velocista norte-americano Tyson Gay.

 

Que nome! Tyson bom é o Mike Tyson, que dava porrada em todo mundo e não ficava por aí cheio de viadagem. Foi bem sucedido em sua carreira e passou a rola em várias mulheres tesudas, mesmo que tenha optado pelo estupro em mais de uma ocasião. Era uma figura de grande calibre, mesmo que seja um desaforo para os defensores desenfreados do homossexualismo.

 

Tyson Gay, coitado, possui os títulos de campeão mundial nos 100 e 200 metros rasos no mundial de Altetismo de Osaka, Japão, em 2007, além de ter composto a equipe dos Estados Unidos vitoriosa no revezamento 4×100 na mesma competição. Mas ler manchetes do tipo “Gay ganha isso”, “Gay toma isso”, Gay dá aquilo”, é ruim de engolir.

 

A viadagem de Gay começou cedo. Ele se destacou no circuito universitário da terra do maldito Bush, marcando tempos assombrosos. Sua figura atlética não combina com o sobrenome. Embora possamos ver muitos gays malhados e musculosos desfilando por aí.

 

A expectativa é que Gay divida opiniões na Vila Olímpica de Pequim. Muitos querem saber se o jogo de lençóis dele é rosa ou não. De qualquer forma, os favoritos nas provas de velocidade, os jamaicanos maconheiros de merda Usain Bolt e Asafa Powell, temem se deparar com um Tyson Gay em grande forma. Sem dúvida, quem quiser levar a medalha de ouro nos 100 metros, vai ter que correr abaixo de 9s85.

 

Fica aqui nossa homenagem a esse competente velocista, de sobrenome duvidoso, mas que vai batalhar por sua primeira medalha olímpica na China. E se ele faturar, vocês o verão com muito orgulho de ser gay no pódio do Estádio olímpico.

 

Tyson Gay (à esq.) promete acelerar e deixar o jamaicano Powell a ver navios - ou a ver seu ânus de lugar privilegiado

Tyson Gay (à esq.) promete acelerar e deixar o jamaicano Powell a ver navios - ou a ver seu ânus de lugar privilegiado

Posted in Nomes cretinos | Etiquetado: | Leave a Comment »

Clones do mundo esportivo

Posted by outroladodepequim em julho 30, 2008

Que os escribas desse blog são verdadeiros peritos em identificar sósias das personalidades do esporte em todas as áreas, não é novidade para ninguém. Vide o sucesso da comparação feita por nós, entre o técnico da seleção norte-americana de futebol, Bruce Arena, e o humorista trapalhão Dedé Santana na copa de 2006.

Porém, outras figuras, como o jornalista da ESPN Brasil João Carlos Albuquerque não são tão felizes em suas comparações. Aliás, todos os apresentadores do canal esportivo são bastante aventureiros na arte da identificação dos clones, mas Albuquerque sempre se supera.

Uma de suas últimas proezas foi chamar o piloto da fórmula truck Geraldo Piquet, filho do tri-campeão de fórmula 1 Nelson Piquet, de Pedro Cardoso. Para quem não sabe, Cardoso interpreta aquele tremendo babaca chamado Agostinho na infame série global A Grande Família. O pobre Geraldo não merecia tamanha humilhação ao ser comparado com alguém tão feio e insuportável.

Augustinho supera o piloto no quesito feiúra

Agostinho supera o piloto no quesito feiúra

Em outra ocasião, Albuquerque chamou o presidente do Flamengo, Márcio Braga, de pai do Evandro Mesquita. Refrescando a memória: Mesquita era o líder daquela irritante banda dos anos 80, chamada Blitz. Não contente com a infâmia, ainda completou cantando uma das musiquinhas ridículas do conjunto: “estou a dois passos dos paraíso, não sei por que eu fui dizer bye bye”

Braga a dois passos do paraiso?

Braga a dois passos do paraíso?

Apesar de tudo isso, adoramos as comparações desse canaaaaaalha do Albuquerque, um verdadeiro ídolo e inspirador desse blog.

Posted in Clones e sósias | Etiquetado: | 1 Comment »

Nomes cretinos

Posted by outroladodepequim em julho 24, 2008

Acompanhando a partida amistosa entre a seleção brasileira de handebol feminino e as campeãs mundiais russas na tarde desta quinta-feira (24), vi a situação ideal para iniciar nossa série “Nomes cretinos”. A protagonista não poderia ser outra senão a competente goleira Chana Masson. Jesus, de quem foi a infeliz idéia de batizar a mulher com o nome de um órgão genital? Não há como deixar de fazer diversas piadas a respeito disso. 

 

 

Sem dúvida, ela ganha todas as atenções em uma transmissão televisiva. Afinal, não é comum ouvir um locutor berrando Chaaaanaaaaaaa, a não ser que fosse algum tipo de inovação da TV Playboy. Imagine quem não está inteirado sobre o assunto e é pego de surpresa escutando um descalabro desses.

 

No entanto, é possível afirmar que a Chana vai brilhar em Pequim – sabe-se lá qual produto o técnico Juan Oliver vai aplicar para deixar a Chana nos trinques. O motivo é mais uma razão para gozação (literalmente): ela se posiciona muito bem entre os paus.

 

Notei que a Chana está com um novo penteado. Os mais maldosos garantem que a Chana não corta os cabelos, ela faz uma depilação estratégica… Além dos óbvios “Chana segura bem a bola” e “a equipe precisa proteger bem a Chana para a bola não entrar”, conto com a colaboração dos desocupados internautas que visitam essa página para nos enriquecer com piada infames sobre a dona do nome mais cretino da delegação brasileira em Pequim.

 

Ah, já adiantando: o próximo da série será o velocista norte-americano Tyson Gay.

Chana fecha as pernas para se proteger da penetração durante um treino da seleção

Chana fecha as pernas para se proteger da penetração durante um treino da seleção

Posted in Nomes cretinos | Etiquetado: | 3 Comments »

Com a mão no mastro

Posted by outroladodepequim em julho 22, 2008

Na última semana, alguns países sem qualquer expressão esportiva anunciaram os atletas que irão segurar a vara para suas respectivas delegações. Vamos começar com um mongol. Não, ele não é um debilóide, ao menos a princípio. É o judoca da Mongólia com o sofisticado nome de Maghal Bayarjavhlan. Ele nunca ganhou merda nenhuma, tendo como destaque uma sétima colocação na categoria acima de 100 kg – gordos mórbidos – do campeonato asiático, ficando atrás de cazaques e uzbeques. O infeliz estará em Pequim ao lado de 28 outros mongolóides, a maioria parte deles inscrito nas provas de lutas. Eles tentarão dar àquele país a primeira medalha de ouro em Jogos Olímpicos.

 

Nação cuja principal glória esportiva é o bicampeonato mundial de futebol lá no começo do século, o Uruguai também indicou um atleta sem qualquer importância em âmbito mundial para representá-lo. O velejador Alejandro Foglia será o fodido que vai carregar o mastro em público, antes de disputar as provas da classe Laser da Vela, cujas provas serão realizadas na cidade de Qingdao. O comitê olímpico uruguaio divulgou a baboseira de que Foglia foi escolhido devido à viadagem de ter “antecedentes esportivos, conduta e compromisso com os ideais olímpicos”. 

 

Sem qualquer criatividade e inovação, o comitê olímpico da República Dominicana – que deve ter menos verba que o armarinho da esquina – celebrou a escolha de Félix Sanchez, o mesmo que carregou a enorme vara em Atenas e no Pan-Americano de 2003, realizado em Santo Domingo, capital do próprio País. Sanchez, o principal fenômeno esportivo da ilhota de merda, já faturou o ouro olímpico, mas vem em baixa, com seguidas contusões e vem fracassando até mesmo em competições regionais de pouca expressão. 

Félix Sanchez, de vermelho e à esquerda, tem ficado para tás nas últimas competições. Quem sabe a vara dê sorte ao cidadão.

Félix Sanchez, de vermelho e à esquerda, tem ficado para trás nas últimas competições. Quem sabe a vara dê sorte ao cidadão.

 

Finalizando esse post de pura informação inútil, um destaque para a Guatemala. Destaque que o país só costuma ter quando se fala em desgraça. Bem, o desgraçado do jogador de badminton Kevin Cordon será o porta-bandeira da Guatemala nas Olimpíadas de Pequim-2008. O atleta de 21 anos é o número 57 no ranking mundial. Ou seja: até se meu Tio Caolho resolver treinar adequadamente será mais competitivo que esse boçal. Segundo a Agência Reuters, a Guatemala terá apenas 12 atletas representando o país na China. O último classificado para Pequim foi Christian López, por convite da Federação Internacional de Halterofilismo (IWF). Tiveram dó desse filha da puta.

 

Ah, nenhum dos quatro comitês escolheu uma mulher. Um bando de pederastas mesmo…

O uruguaio Foglia terá mais chances de se afogar do que de voltar da China com um inédito pódio

O uruguaio Foglia terá mais chances de se afogar do que de voltar da China com um inédito pódio

Posted in Quem vai segurar a vara? | Etiquetado: | Leave a Comment »

Diversidade chinesa

Posted by outroladodepequim em julho 17, 2008

Nossa primeira imagem da seção “Foto do Dia” mostra como a organização chinesa está aproveitando todos os espaços públicos para fazer com que a população mergulhe de cabeça nas Olimpíadas e esqueça as ações incongrüentes do governo local.

Destaque para o cidadão no centro da foto com a pança de fora. Mal sabia que esse momento de descontração iria viajar o mundo. O cidadão atrá d ele, de boné, não parece nada feliz com a situação.

Ah, e a jogadora de vôlei chinesa mais bonita na arte representada ao fundo sairia falida e sem clientes em qualquer puteiro de quinta categoria. Puta povo feio do caralho.

Agência Reuters

Imagem: Agência Reuters

Posted in Foto do dia | Etiquetado: | Leave a Comment »

Geração de Ouro x Geração Fracasso

Posted by outroladodepequim em julho 15, 2008

As próximas semanas poderão marcar para sempre na história as duas seleções masculinas dos esportes coletivos mais populares no Brasil à exceção do futebol. Em situações opostas há anos, ídolos e decrépitos terão sua imagem definida perante o grande público nos grandes torneios que estão por vir. 

fracasso?

Basquete brasileiro só brilha no falido e desprestigiado Pan-Americano

A seleção de basquete é de se lamentar. Não é para menos. Vejam os ingredientes: dirigentes aproveitadores, sacanas e ególatras, falta de intercâmbio internacional, jogadores covardes e omissos e uma comissão técnica há anos formada por paspalhões. Ainda assim, restam esperanças. Embora improvável, o Brasil tem condições de faturar uma das últimas três vagas para Pequim no Pré-Olímpico de Atenas na Grécia. Mas são poucos os que apostam seu braço nisso. 

A situação é tão desgraçada, que os favoritos e donos da casa gregos caíram no mesmo grupo que os canarinhos, que, perdendo a partida da primeira fase, terão que trucidar a Alemanha do astro da NBA Dirk Nowitzki para sonhar em ir à China. As grandes estrelas tupiniquins que jogam na NBA recusaram a convocação covardemente, alegando contusões e problemas pessoais. Não deram a cara para bater, já que parecem ser contrários à toda estrutura atual da seleção. Não passam de uns palermas, realmente. 

Se não conquistar o direito de ir à Pequim, serão 16 anos sem basquete masculino brasileiro nas Olimpíadas, o que referendaria a uma talentosa geração de jogadores o estereótipo de Geração Fracasso.

Dante e cia. têm chance de se eternizarem no esporte nacional

Dante e cia. têm chance de se eternizarem no esporte nacional

Já o vôlei masculino passa impune a todos os desmandos da administração esportiva brasileira e dos pequenos confrontos dentro do grupo de atletas. Embora seja um exemplo de resultados internacionais, o vôlei no Brasil é falido com campeonatos que reúnem somente duas ou três equipes competitivas e pouco incentivo à prática do esporte nas escolas e universidades.

 

Conduzida pelo carrancudo Bernardinho, a seleção até se deparou com uma grande polêmica, pela qual, até agora, passou por cima feito um trator. Levantador talentosíssimo, Ricardinho comprou briga com o técnico estrelar – que escreve até livros ridículos de auto-ajuda – e agora é considerado um babaca pela população brasileira. Nas últimas semanas, o coitado tem sido trucidado até pelos antigos melhores amigos em público, como Giba, passando por otário. Não deve ter mais companhia nem para tomar uma cervejinha, cotado. É candidato a cair no ostracismo caso o bi-olímpico seja conquistado. 

E se vier, me permito a afirmar que essa seleção de vôlei, ganhadora de dois mundiais, do ouro em Atenas-2004 e de inúmeras Ligas Mundiais, Copas do Mundo e torneios internacionais, terá que ser ressaltada como a principal seleção brasileira de esportes coletivos de todos os tempos. Superaria até, embora por pouca margem, o brilhante escrete futebolístico bi-campeão mundial em 1958 e 1962, com Pelé, Didi, Garrincha e cia.

Geração de Ouro versus Geração Fracasso. Se ficarão marcadas assim, só as próximas semanas indicarão.

Posted in Esportes coletivos | Etiquetado: | 1 Comment »